Todos os Direitos Resevados à Lu Cavichioli

Creative Commons License Todos os trabalhos aqui expostos são de autoria única e exclusiva de Lu Cavichioli e estão licenciadas por Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License. Não comercialize os trabalhos e nem modifique os conteúdos Se quiser reproduzir coloque os devidos créditos

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Primeiro contato com Laura

E a conheci num desses inúmeros café de Paris. Nunca achei que pudesse ir a Paris, porque minhas economias eram tão escassas e as vezes nem ir na manicure eu conseguia. Porém eis aí mais um mistérios de como fui parar em Paris e por quê? Mas isso fica pra depois , porque agora vamos falar de Laura.

Era fim de tarde, outono em prenúncios já deflagrados , no entanto sua boca de ventania ainda estava meio inerte e soprava lento uma brisa aromática das folhas no chão.
Caminhei até uma mesa e não pude evitar de olhar em suas mãos. No momento ela estava lendo Isaac Azimov... Quase tive um surto, porque eu adoro esse escritor. O nome dele já é uma ficção, e suas histórias são avassaladoras. Sentei-me em uma das poltronas macias em uma mesa que dava perfeitamente para vê-la em sua leitura. Observei que em seu colo pairava outro livro, então com minha destreza peculiar me esgueirei delicadamente e consegui ler pelo menos o nome do autor. Levei outro susto e surtei novamente, por que bem ali estava ele, o insano, o melancólico e dark Edgar Allan Poe. Uau, decididamente eu estava com sorte, porque essa moça poderia ser minha parceira de leituras. Não pude ver o título poque a dobra de seu vestido encobria quase q totalmente. deixando à mostra somente  Poe, o temido "romântico sombrio".

Pedi um café e fiquei me aninhando na poltrona, com o intuito de ver algo mais que me interessasse. E em mais nem menos era se virou para mim , seus olhos eram cor de mel e a íris transmitia algumas faíscas. Fiquei tão petrificada que soltei um Bonsoir... ela sorriu e disse: - Boa noite ma cher!
Exatamente como a conheci

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo ao Escritos na Memória

Deixe seu comentário, eu gostaria imensamente saber tua opinião

Obrigada