Todos os Direitos Resevados à Lu Cavichioli

Creative Commons License Todos os trabalhos aqui expostos são de autoria única e exclusiva de Lu Cavichioli e estão licenciadas por Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License. Não comercialize os trabalhos e nem modifique os conteúdos Se quiser reproduzir coloque os devidos créditos

sábado, 11 de maio de 2013

Mãe ao quadrado



Eu e Ela



É lógico que eu não poderia deixar de lembrar da minha amada
avózinha que já se foi, mas sei que está num lugar muito melhor e que nossa imaginação nem pode alcançar e nem imaginar.

Minha querida, minha linda, eis-me aqui mais uma vez lembrando de ti. Homenageando-a porque foi MÃE pra mim quando precisei e disso nunca mais vou esquecer.

Tu foste embora, mas ficou em mim o amor que  aprendi contigo e que alcancei.

Este poema que segue é antigo, mas sempre novo (coisas da Lu)... E nasceu depois de um sonho que eu tive com ela após 3 meses de sua partida.




Corações, Marés e Flores

Eu a encontrei
num sonho

O céu de seus olhos
cobriu-me
de azul

Então...
deu-se o abraço

Fizemos dele
nossa eternidade

Pude afinal
desaguar o barco
da saudade
que já estava
à deriva

Sem vozes,
nem lágrimas...
só corações
num plasma etéreo

onde a neblina
é sol
e as flores
diamantes.



 


Ela e minha filha
 
 
 
 
Eu com Ela num desses reveillons da vida
 
 
Onde você estiver, não se esqueça de mim
sua neta e um pouco filha
Lucia Helena 
 


 





 


 

 

12 comentários:

  1. Que bela homenagem! Seus versos, como sempre digo, admiráveis. Gostei de ver as fotos e a menina de laços no cabelo. Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs, obrigada, Mari.
      Eu sempre faço versos e/ou prosas pra essa linda que era minha avózinha.

      Ah, a menina de laços... Faz tempo viu rsrs...

      grata por sua prsença e carinho, querida!
      bj grande pra ti

      Excluir
  2. Boa noite minha querida !!!!!!!!!!!!
    Às vezes, as palavras se perdem na expressão da palavra Mãe. Nenhum dicionário definirá a magia do seu significado e, em todos os idiomas, traduz o mesmo sentimento: ser mãe.
    E vendo o carinho dedicado ao dia das mães,deixo o meu pra vc que é mãe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Severa, pela presença, leitura e carinho.

      Feliz dia das mães pra ti também!

      Excluir
  3. Mãe ao quadrado rima com neblina, sol, flores e diamantes em tuas mãos, Lu querida!
    Parabéns por estas singelas homenagens que vens fazendo nos blogs!
    Poemas sensíveis e doces...como as mães!
    Sua relação com a avozinha sempre me emociona!

    Bacios!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracinha do meu cuore

      Essas palavras vieram junto com o sonho e também por imaginar como seria o lugar pra onde ela foi.

      Neblina nunca mais, somente o sol existiria
      Flores seriam luzes em forma de diamantes.

      Grata pela presença e comentários que me alegram SEMPRE!
      Bacios cara mia \O/

      Excluir
  4. Que lindo isso, realmente, avó é mãe duas vezes, ao quadrado e o amor também!
    Beijos e ao "quadrado" meus votos de feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivone, querideza, avó é tudo de bom na vida da gente.

      Grata pela presença, adoro quando vens!

      bacios pra ti!!

      Excluir
  5. Querida amiga, quanta emoção!! Belissimo post! Seu poema, me faz lembrar minha mãe em sonho. Pois partiu há 23 anos. è como se fosse hontem, muita saudade! Bela foto Lu. Deixo meu carinho pra vc e feliz dia das mães! Bjos. Obrigada por partilhar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindeza de Cidinha, a gente fica submersa nessa saudade né amiga? A escrita alivia um pouco rs...

      Obrigada por vir e compartilhar, vc é uma querida!

      Feliz dia das mães pra ti tb!!

      Bacios bella
      :)

      Excluir
  6. Você de "lalau" está uma graça (é assim que chamamos esse penteado tipo Chiquinha por aqui).

    Eu fui mesmo criada pela minha vó,que já está no céu, e acho isso tão especial. Alguém que não era minha mãe e me deu tanto amor quanto.

    Um beijo grande a todas as mães e avós, que também são mães.

    Beijo, Lu. Feliz dia.

    ResponderExcluir
  7. A vós, que sentis saudade
    Das avós que todos têm
    A voz diz-nos da Verdade
    Que avós são mães também.


    Você, Lu, e outros amigos que também homenagearam as avós, despertaram-me a lembrança de tantas avós queridas - inclusive as minhas.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Bem vindo ao Escritos na Memória

Deixe seu comentário, eu gostaria imensamente saber tua opinião

Obrigada